quinta-feira, 31 de maio de 2012

Não dói mais ...


"  Eu  queria  te  contar  que  não  dói  mais .
Só  que  agora  não importa  tanto  o que você  vai pensar
sobre isso . Queria  que  você soubesse  que já vi nossos
filmes  milhares  de vezes  e  nem  chorei . Ok chorei . 
Mas pelo fime , e não  por você . 
Queria que você  soubesse  que  tirei  a  poeira  de
nossas músicas , e  que  as  ouço  quase  todos os dias .
 Porque  elas  me  fazem  mais  falta   do que você me fez .

Caio  Fernando Abreu

O CORDÃO PARTIDO


"  O  cordão  partido  pode  ser  novamente  atado
Ele  segura  novamente , mas
Está  roto .

Talvez  nos   encontremos  de  novo  mas,
Ali  onde  você  me  deixou
Não  me  achará  novamente ."

Bertold  Brecht

terça-feira, 29 de maio de 2012

O MUNDO


" Um  homem  da  aldeia  de  Neguá ,
  no  litoral  da Colômbia ,
conseguiu  subir aos céus .
 Quando  voltou  , contou .
Disse que  tinha  contemplado , lá  do alto , 
 a vida  humana .
E  disse  que  somos  um  mar  de  fogueirinhas .
- O  mundo  é  isso - revelou-.
 Um  montão de  gente ,
um  mar  de  fogueirinhas .
Cada  pessoa  brilha  com  luz  própria 
 entre  todas  as  outras .
Não  existem  duas  fogueiras  iguais . 
 Existem  fogueiras  grandes  e  fogueiras  pequenas
  e fogueiras de  todas  as  cores .
  Existe  gente  de  fogo sereno ,
 que  nem  percebe  o   vento , 
 e  gente  de  fogo  louco ,
que  enche  o  ar  de  chispas .
  Alguns  fogos ,  fogos  bobos ,
não  alumiam  nem  queimam ; 
 mas  outros  incendeiam  a  vida
com  tamanha  vontade
  que  é  impossível olhar  para   eles
sem  pestanejar , e quem chegar  perto  pega  fogo ."

Eduardo Galeano  , in "  O  Livro  dos  Abraços "  

DANIEL LIMA , novamente ...


"  Teu  caminho .

O  absoluto  caminho .

O  caminho  que  é  teu

e  que  ninguém  por  ti  percorrerá .

O  único , o  exclusivo , o  absoluto  caminho .


Se  puderes , segue-o .

E  segue-o  mais  ainda ,

se  não  puderes ."


in , "Poemas "

DANIEL LIMA




"  Antes ,  vivia  na  certeza ,

como  uma águia  aprisionada  na  gaiola .

A  dúvida  me  libertou

deixando-me  voar no  espaço  livre ,

não  mais  certo  de  nada

senão  da  importância do  voo ."


in ,  " Poemas "

domingo, 27 de maio de 2012

PABLO NERUDA


" Tu  eras  também  uma pequena  folha

que  tremia  no  meu  peito .

O  vento  da  vida  pôs-te  ali .

A  princípio  não  te  vi : não   soube

que  ias  comigo ,

até  que   tuas  raízes

atravessaram   o  meu  peito ,

se  uniram  aos  fios  do  meu  sangue  ,

falaram  pela   minha  boca  ,

floresceram  comigo . "
                     

ILHAS


"  Somos  ilhas  no  mar  desconhecido .

O  grande  mar  nos  une  e  nos  separa .

Fala de longe o aceno leve das palmeiras .
Mensagens  se  alongam   nas líquidas  veredas .

Cada penhasco é  tão sozinho   e  diferente !
Ninguém  consegue  partilhar  a  solidão .

Ilhas   no  grande  mar  , aprisionadas .
Apenas  o  perfil   das  outras  ilhas,  vemos .

Só  Deus  conhece  nossa   exata  dimensão ."


Helena  Kolody





sexta-feira, 25 de maio de 2012

AUTOCRÍTICA


"  chove demais   no que escrevo .
 não há espaço para  céu  limpo  . a cidade é sempre cinza.
o vento sempre leva alguma coisa . os cabelos .
um papel . uma barra de vestido .
 há dor demais no que escrevo .
não existem amores perfeitos .
a lágrima é sempre de saudade .
as fotos estão rasgadas . as frases no avesso .
na cama  , sempre sobra um maldito travesseiro .
só há lugar para cd's úmidos , tocando pelo apartamento .
letras tristes .  rimas imperfeitas .
há exagero demais  no que escrevo .
tempestades  em  copos pequenos . gritos . berros .
palavrões . calúnias . traições .
há mentiras demais . arrependimentos demais .
minha vida . demais . talvez por isso ,
e apenas  por isso , seja preciso  colocar  uma outra
e não a minha . naquilo que escrevo ."


Eduardo Baszczyn

quinta-feira, 24 de maio de 2012

HILDA HILST


"  Se te pareço  noturna  e  imperfeita

Olha-me  de  novo . Porque  esta  noite

Olhei-me  a  mim  ,  como  se  tu  me  olhasses .

E  era  como   se   a  água 

Desejasse


Escapar  de  tua   casa  que  é  o  rio

E  deslizando  apenas , nem tocar a margem .


Te  olhei . E  há  tanto  tempo

Entendo  que  sou  terra .  Há  tanto  tempo

Espero

Que  o  teu  corpo  de  água  mais  fraterno

Se  estenda  sobre  o  meu . Pastor  e  nauta


Olha-me  de  novo .  Com menos  altivez .

E  mais  atento ."


quarta-feira, 23 de maio de 2012

ADMINISTRANDO


" Não  quero  escrever  um  livro

a  respeito

 de  cada  amor imperfeito

que  me  aconteceu ;

não  quero  musicar

toda vez  que  uma  alegria  se  perdeu ;

não quero  decorar  a  parede

com  desencanto  ou  nostalgia .

Prefiro  admitir  a  flor

e  a pétala  que  possa   cair

para  magoar  o  meu  cenário .

Sei  que todo peito é permeado de contrários ,

que  em  todo  jogo  pode  haver  uma  derrota .

Rabisco  apenas   a  minha  nota  de rodapé :

"  Não  é  só  de  vitórias   que  se  escreve

uma  verdadeira  história  de  mulher ."


Flora  Figueiredo 

terça-feira, 22 de maio de 2012

INTERROGAÇÕES


" Nenhuma  pergunta  demanda  resposta .

Cada  verso  é uma pergunta  do poeta .

E  as  estrelas ...

as  flores ...

o  mundo ...

são  perguntas  de  Deus ."


Mario  Quintana

CANÇÃO DO AMOR IMPREVISTO


" Eu  sou  um  homem  fechado .

O  mundo me tornou  egoísta  e  mau .

E  a  minha  poesia é um vício  triste ,

Desesperado   e solitário

Que eu  faço tudo  para  abafar .


Mas  tu  apareceste com  a tua boca  fresca   de

madrugada ,

Com  o  teu  passo  leve ,

com  esses  teus  cabelos...


E  o   homem  taciturno  ficou  imóvel  sem ,

compreender

nada ,   numa  alegria  atônita ...


A  súbita ,  a  dolorosa  alegria  de  um 

 espantalho inútil

Aonde  viessem  pousar  os  passarinhos ."


Mario  Quintana





segunda-feira, 21 de maio de 2012

AS BENÇÃOS


" Não  tenho  a  anatomia  de  uma  garça

pra  receber  em  mim  os   perfumes  do azul .

Mas  eu   recebo .

É  uma   benção .

Às  vezes ,  se tenho uma  tristeza  ,

as  andorinhas  me  namoram  mais de perto .

Fico  enamorado .

É  uma  benção .

Logo  dou  aos  caracóis  ornamentos   de  ouro

para  que  se  tornem  peregrinos   do chão .

Eles  se  tornam .

É  uma  benção .

Até  alguém  já  chegou  de  me  ver  passar

a  mão  nos  cabelos  de  Deus .

Eu  só  queria  agradecer . "


Manoel  de  Barros


domingo, 20 de maio de 2012

RESPOSTA AO TEMPO



"  Batidas  na porta  da  frente
É  o  tempo
Eu  bebo  um  pouquinho
Prá  ter  argumento

Mas  fico  sem  jeito
Calado ,   ele  ri
Ele  zomba
Do quanto eu chorei
Porque  sabe  passar
E  eu  não sei

Num  dia  azul  de  verão
Sinto  o  vento
Há  folhas  no  meu  coração
É  o  tempo

Recordo  de um amor que perdi
Ele  ri
Diz   que  somos  iguais
Se eu notei
Pois  não sabe ficar
E eu também não sei

E  gira  em  volta  de mim
Sussurra que apaga os caminhos
Que  amores  terminam no escuro
Sozinhos

Respondo  que ele aprisiona
Eu  liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto

E  o   tempo  se  rói
Com  inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Prá  tentar  reviver

No  fundo  é  uma eterna criança
Que não soube amadurecer
Eu posso , ele não vai poder
Me esquecer ."


Música  de  Aldir Blanc e Cristovão Bastos













sábado, 19 de maio de 2012

TÃO BONITO ...



"  Compreendi  esta  manhã  que  estou  a  deixar
para  trás a  juventude .
Foi  depois  que o meu pai telefonou , e  eu
me  olhei  no  espelho  e vi  o  rosto  de Filipa .

( ...)

Olhei-me , pois , ao espelho  e  ali  estava  minha  mãe ,
de  olhos bem  abertos , sorrindo  para  mim .
Fui   ao  quarto  dela  e abri   o  armário .
Tudo   permanecia  exatamente  como  há  cinco  anos ,
antes  do  desastre , os  vestidos  alegres ,  os lenços
de  caxemira , os chapéus  magnifícos , os casaquinhos 
em  croché .

( ...)
A  minha  mãe  era  um  ser  livre . 
 Uma  ave  à  solta  num  alto  céu  de  verão .
Costuma  dizer  que  os   homens  são  como  as  chuvas,
imprescindíveis  à  vida , revigorantes ,  mas  quando chegam ,
e  em  se  demorando um  pouco  mais , logo  sentimos  saudades
de  um  dia  de  sol .

( ...)

Se  fôsse  viva  Filipa  faria  hoje  55 anos .
Tenho  saudade  de  minha  mãe . Converso  com  ela
todos  os  dias  mas  não sei   se  me  ouve .

( ...)

Filipa  gostava  de  viajar . Viajou  a  vida  inteira .
Nunca  sabíamos  onde  estava .  Chegava  de  surpresa ,
abria  as  malas  e  punha-se  a  tirar  de  lá  de  dentro ,
como  um  mágico  dos abismos  insondáveis  da
sua  cartola , toda  a  sorte  de  prodígios .

( ...)

Gosto  de  pensar  que  Filipa  viajou .
Um  dia  voltará  com  as  suas  malas  enormes ,
cheias  de  memórias  e  de  maravilhas ,  e  tomaremos
chá  de  menta ,  e  comeremos  torradas ,
  como  antigamente  , enquanto ouvimos  Caetano  Veloso .
Tenho  tanta  coisa para  lhe  contar ."



Faíza  Hayat , in "  o  evangelho  segundo  a  serpente "  

AINDA FAÍZA ...


Arrumando minhas  estantes  achei  o  livro da

escritora portuguesa  Faíza  Hayat ,

"  o   evangelho  segundo  a  serpente " ,  e ,  ao abrí-lo ,

novamente , detive-me  no prefácio de Mia Couto :

"  Encontrei  Faíza  num  lugar  de desencontros :

na  cabine  de  um  avião . Viajávamos  ambos  de

 Maputo para  a  Ilha de Moçambique .

  Eu  seguia numa  das minhas 

 expedições  biológicas  cujo  fim  era  coletar

búzios , raízes , amostras de  fauna .

Ela  ia  coletar pedaços  da  sua  própria  vida ,

procurando por  vozes , ecos  de  uma  existência

infinitamente  repartida  e hibridizada .

Quando  o  avião  levantou ,  a sua mão  procurou 

o  meu  braço e  cravou  as  unhas  para  vencer

 o  medo de  voar .

Depois  , quando  narrou  partes  de  sua  história ,

fui  eu  que  levantei  vôos   a ponto  de  lhe

dizer  : " Você  devia  escrever  isto. "

Ela  sorriu  e  a  malícia  desse  riso  triste

me  fez  suspeitar  que  ela  fosse  escritora . 

A  meio  da  viagem  me  dei  conta :  Faíza Hayat

estava  desviando  o  avião .

 As  histórias  que  me  contava  faziam-me  voar

em  outra  direção ,  para  outros  encantados

destinos .  O  meu  destino  não  era  mais  a ilha .

Viajava , sim ,  pelos  relatos  de uma  mulher

extraordinária , repartida  entre  Goa ,  a  Europa

e  África ,  uma  costureira  de  lembranças  e  de

identidades ." 

FAÍZA HAYAT


( ...)

"  Os  bons  nadadores  distinguem-se  dos  principiantes

porque  enquanto  estes  últimos  espancam  a  água  ,

com assustado  furor ,  os  primeiros  fluem 

 elegantemente através  dela .

Os  principiantes  olham  para  a  água  como  um 

inimigo  perigoso . Têm  de  a  vencer - ou  morrem .

Nadar  , para  eles , confunde-se  com  lutar .

Um  bom  nadador , pelo  contrário ,  sabe  que

o  corpo  humano  é  composto  sobretudo por  água ,

e, assim , mergulha  nela  como   em  si  mesmo .

Nadar  torna-se  nesta  perspectiva  um  exercício

de  dissolução . Ao  pouco   que  em  nós  não   é  água

poderíamos  chamar  atrito .

O  bom nadador procura , ao   nadar , libertar-se

do  atrito .  Os  monges  budistas  têm  um  nome

para  este  estado  ideal -  nirvana .

Estou  ainda  longe de  poder  almejar  o nirvana .

Já  me  sentiria  feliz ,  confesso , se  conseguisse

sair   da  água  com  alguns  gramas a  menos

de  atrito .  

Medito  muito  enquanto  nado , isso  sim .

Nado  para  melhor  pensar ."



in , " o  evangelho   segundo  a  serpente " 




 

sexta-feira, 18 de maio de 2012

DEFESA DA ALEGRIA

"  Defender  a  alegria  como  uma  trincheira
( ...)
defender  a  alegria  por  princípio
(...)

defender  a  alegria como bandeira
(...)
defender  a  alegria  como  um  destino
(...)

defender  a  alegria  como  uma  certeza

(...)

defender  a  alegria  como  um  direito . "



Mario  Benedetti   , in  " Lugares mal  situados "



A  página  de  hoje  é dedicada  ao  Felipe , meu  filho .

A  alegria  dele  é  uma  constante , desde  seu

nascimento  num  dezoito  de  maio .

Parabéns !!!

Saúde ,  Sucesso  e Amor  com  as  bençãos  de Deus .

Beijos  de  todos  nós . 


quinta-feira, 17 de maio de 2012

DESENCONTRÁRIOS


 " Mandei a palavra rimar,
ela não me obedeceu.
Falou em mar, em céu, em rosa,
em grego, em silêncio, em prosa.
Parecia fora de si,
a sílaba silenciosa.
Mandei a frase sonhar,
e ela se foi num labirinto.

Fazer poesia, eu sinto, apenas isso.
Dar ordens a um exército,
para conquistar um império extinto.

Nunca sei ao certo
se sou um menino de dúvidas
ou um homem de fé
certezas o vento leva
só dúvidas ficam de pé."


Paulo Leminsky

quarta-feira, 16 de maio de 2012

PROVÉRBIO INDIANO


"  A  alma  não  está  onde  há  vida , mas  onde  há  amor ."

PROVÉRBIO BASCO


"  Viver  bem   é  a  melhor  vingança ."

PROVÉRBIO INGLÊS


"  A  riqueza  pode  vir  até  nós ;  mas  a  sabedoria

temos  que  procurá-la ."

Citação de hoje ...


"  Vivo  nas  estrelas  porque é lá que brilha  minha  alma ."

Manuel  Bandeira  

terça-feira, 15 de maio de 2012

MEU DESTINO


 " Nas palmas de tuas mãos
leio as linhas da minha vida.
Linhas cruzadas, sinuosas,
interferindo no teu destino.
Não te procurei, não me procurastes –
íamos sozinhos por estradas diferentes.
Indiferentes, cruzamos
Passavas com o fardo da vida...
Corri ao teu encontro.
Sorri. Falamos.
Esse dia foi marcado
com a pedra branca
da cabeça de um peixe.
E, desde então, caminhamos
juntos pela vida... "


Cora Coralina

segunda-feira, 14 de maio de 2012

LÊ PARA MIM



"  Lê para mim. Em voz alta.
       Enche as palavras de açúcar.  acorda .Para mim .
               Os versos adormecidos dos poetas.
Sobre  o degrau em que oiço a fala do mar .
Navego pelo caudal dos teus lábios .
E um intenso desejo une os nossos corpos .
Na prateada esteira das ondas . Lê .
No ávido fogo dos meus olhos .
O  sonho  de todos  os poetas .
Os caminhos estreitos  de uma voz que nos chama .
De um verso  que nos sobressalta .
Uma  palavra  de erva úmida .
Que nos faz rebolar sombra inclinada do poema .
Lê .Para mim . Em voz alta .
Até que o amor nasça em nós .
Em  mudas  palavras ."


Alberto Serra

CLARICE LISPECTOR


"  Saudade é  um  pouco  como  fome .

Só  passa  quando se come a presença .

Mas  às  vezes  a  saudade  é  tão  profunda  que  a  presença

é pouco : quer-se  absorver  a  pessoa  toda .

Essa  vontade  de  um  ser  o   outro para  uma

unificação inteira   é  um  dos  sentimentos

mais  urgentes  que  se  tem  na  vida ."


in , "  Aprendendo  a  Viver "


domingo, 13 de maio de 2012

FELIZ DIA DAS MÃES !


(  ...  )

"  A  mãe  da  gente é  aquela  que nos

controla  e  assim  nos  salva  e  nos

atormenta ;  e nos  aguenta  mesmo

quando  estamos  mal- humorados ,

exigentes  e  chatos , mas  também

algumas  vezes  perde  a  calma  e

grita  ou  chora .

Mãe  da  gente  é  aquela  que  nos 

oprime  e  nos  alivia 

por  estar  ali ;  que nos cuida ,

às  vezes  demais ,  e senão cuida

a  gente  faz  bobagem ;

é  a  que  se  queixa  de que lhe

damos  pouca  bola ,  não ligamos

para  seus  esforços , e , mais tarde ,

de  que  quase  não  a  visitamos ;

é  aquela   que  só  dorme   quando

sabe  que  a  gente  está  em  casa

e chegou  bem ;

a  que  levanta  da  cama  altas  horas

para  pegar  a  gente  numa  festa  quando

o  pai  não  está   ou  não   existe ,

ou  já  fez  isto vezes  demais .

A  mãe  da  gente  é  o  mais   inevitável ,

inefugível , imprescindível , amável ,

às  vezes   exasperante  e carente  ser  que ,

seja   qual  for  a  nossa idade  , cultura , país ,

etnia , classe  social  ou  cultural ,  nos

fará  a  mais  dramática  e pungente  falta

quando  um  dia nos  dermos  conta

de  que  já  não   temos  ninguém

a  quem  chamar "  Mãe "


Lya  Luft  ,

na  crônica  "  A  mãe da gente "


sábado, 12 de maio de 2012

NO DESASSOSSEGO ESTÁ :


"  Os  sentimentos  que  mais doem são os que são

absurdos -  a ânsia  de coisas impossíveis ,

precisamente  porque são impossíveis ,

a saudade do que nunca houve ,

o desejo do que poderia ter sido , 

a mágoa de  não  ser  outro ,

a  insatisfação  da existência  do mundo . "


in  , " Fernando Pessoa  uma quase autobiografia ",

de José  Paulo  Cavalcanti  Filho

QUADRAS AO GOSTO POPULAR


" Como  tu , sou só na vida :

Como tu não tenho ninguém :

Como tu choro  cantando ,

Pensando se existe  alguém .


Minha  vida é triste  fado ,

Nascido de amarga dor .

Minha  alma reza cantando ,

Lembrando  o perdido  amor ."


Fernando Pessoa

sexta-feira, 11 de maio de 2012

PESSOA , sempre ...


"  Nunca  pretendi  ser  senão  um  sonhador .

Pertenci   sempre  ao que não  está  onde estou

e  ao  que  nunca  pude  ser ."


Bernardo Soares , in " Livro do Desassossego "

PARA TI


 " Foi para ti
que desfolhei a chuva
para ti soltei o perfume da terra
toquei no nada
e para ti foi tudo
Para ti criei todas as palavras
e todas me faltaram
no minuto em que talhei
o sabor do sempre
Para ti dei voz
às minhas mãos
abri os gomos do tempo
assaltei o mundo
e pensei que tudo estava em nós
nesse doce engano
de tudo sermos donos
sem nada termos
simplesmente porque era de noite
e não dormíamos
eu descia em teu peito
para me procurar
e antes que a escuridão
nos cingisse a cintura
ficávamos nos olhos
vivendo de um só
amando de uma só vida "


Mia Couto

quinta-feira, 10 de maio de 2012

SONETO DE ANIVERSÁRIO


 " Passem-se dias, horas, meses, anos

Amadureçam as ilusões da vida

Prossiga ela sempre dividida

Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida

Diminuam os bens, cresçam os danos

Vença o ideal de andar caminhos planos

Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura

À medida que a têmpora embranquece

E fica tenra a fibra que era dura.

E eu te direi: amiga minha, esquece…

Que grande é este amor meu de criatura

Que vê envelhecer e não envelhece. "


Vinicius de Moraes

O BLOG FAZ DOIS ANOS !


Comemoro a data com vocês queridos amigos .

Juntos  compartilhamos o que nos alegra  a  alma .

O pedaço de bolo será servido em forma de poesia .

Beijos ,

Marisa