sábado, 20 de março de 2021

VALTER HUGO MÃE

Tarsila  do Amaral 

" Todos  nascemos filhos de mil pais  e  de mais  mil mães ,
 e a solidão é sobretudo a incapacidade de ver qualquer
 pessoa   como nos pertencendo , 
para que nos pertença de
verdade e se gere um cuidado mútuo . 
Como se nossos  mil pais e mais as  nossas mil mães 
coincidissem  em parte , como se fôssemos por aí irmãos ,
irmãos uns dos outros .
Somos o resultado de tanta gente , de tanta história ,
tão grandes sonhos que vão passando de pessoa  a pessoa ,
que nunca estaremos sós ."


Valter Hugo Mãe ,
in " o Filho de Mil homens "

Som  na  caixa ...



terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

CECÍLIA MEIRELES - A ARTE DE SER FELIZ

Imagem da " net " 

José Paulo Cavalcanti Filho , autor do livro 
" FERNANDO PESSOA , uma quase autobiografia ",
 nos relata : 
" Em  fins de 1934 , Cecília Meireles vai pela primeira vez
a Portugal  para fazer conferências em Lisboa  e Coimbra .
Com ela o primeiro marido , e velho amigo de pessoa ,
o pintor português Fernando Correia Dias , que se suicidaria
logo depois , no mesmo mês em que morreria o amigo poeta .
Para ela , Pessoa seria  o caso mais extraordinário das
letras portuguesas , e seu mais conhecido poema
" A arte de ser feliz ", tem estilo bem próximo
ao dele . 
Cecília  telefona a um dos escritórios em que trabalha
Pessoa e marcam encontro , ao meio dia , na Brasileira
do Chiado . Depois de duas horas esperando em vão ,
volta  para o hotel em que se hospedou e lá encontra
um exemplar de MENSAGEM  dedicado 
" A Cecilia Meireles , alto poeta  e a Correia Dias , 
velho amigo , e até cúmplice ."  Junto , um bilhete 
justificando  a ausência ; é que sentindo vibrações 
mediúnicas , decidira fazer seu horóscopo  daquele dia ,
nele vendo que " os dois não eram para se encontrar ."
Cecília nunca veria Pessoa , " mais triste do que 
aconteceu , é o que nunca aconteceu ."

A ARTE DE SER FELIZ  

" Houve um tempo  em que minha janela 
se abria para uma cidade  que parecia
ser feita de giz .
Perto da janela  havia um jardim quase seco .
Era uma época  de estiagem , de terra esfarelada ,
e o jardim parecia morto .
Mas todas as manhãs  vinha um pobre com 
um balde , e , em silêncio , ia atirando com a mão 
umas gotas de água sobre as plantas .
Não era uma rega : era uma espécie de aspersão 
ritual para que o jardim não morresse .
E eu olhava para as plantas ,
para o homem  , para as gotas de água  que 
caíam de seus dedos  magros e meu coração 
ficava completamente feliz .
Às vezes  abro a janela e encontro 
o jasmineiro em flor .
Outras vezes encontro nuvens espessas .
Avisto crianças que vão para a escola .
Pardais que pulam pelo muro .
Gatos que abrem e fecham os olhos ,
sonhando  com os pardais .
Borboletas brancas, duas a duas ,
como refletidas no espelho do ar .
Marimbondos que sempre me parecem
personagens de Lope de Vega . 
Às vezes , um galo  canta .
Às vezes , um avião passa .
Tudo está certo , no seu lugar ,
cumprindo o seu destino .
E  eu me sinto completamente feliz .
Mas , quando falo dessas pequenas felicidades 
certas , que estão  diante de cada janela ,
uns dizem que estas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas ,
e , outros , finalmente , que é preciso aprender 
a olhar , para poder vê-las  assim ."

Som  na caixa ...



  

domingo, 31 de janeiro de 2021

ANSEIOS


Jinchul  Kim 

" Só quero lembrar 
se o tempo for todo meu .

Só anseio lembrança 
se não houver  passado .

Bruma  e espuma ,
apagam o tempo que não  amei .

E eu amei 
para ser tudo , todos , sempre .

Para te visitar 
esquecerei a terra
e apagarei as estrelas .

E irei pelos teus olhos ,
até o mundo voltar a ter princípio .

Sou eu , dirás 
e o tempo será lembrado ."

Mia   Couto 
in , " Tradutor  de Chuvas "  

Som   na  Caixa ...



 

 

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

FELIZ ANO NOVO

Danielle  Richards 

Neste último dia de um ano tão conturbado , venho 
desejar a vocês , amigos queridos , coragem e esperança
neste 2021 que se aproxima .
Que tenhamos saúde  e que possamos voltar  a abraçar sem medo .
Que a  ilha de doçura existente em nossos   espaços continue
com muita poesia  e sonhos .
Deus abençoe  todos nós .
Feliz  Ano Novo !

Som  na  caixa ...






 

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

O MENINO VEM CHEGANDO ...

Mark  Arian 

Meus queridos amigos ,

Neste ano difícil  de pandemia cremos que 
a vinda do Menino Jesus nos traga esperança
em dias melhores .
Desejo a todos e às famílias   um feliz e abençoado  Natal .
Beijos  em cada um  .

Marisa 

Som  na  caixa ...




 

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

CENTENÁRIO DE CLARICE LISPECTOR


Hoje , 10 de dezembro , se a grande  e sensível 
escritora estivesse viva completaria 100 anos .
Parabéns !

Partilho com vocês  a crônica " Doar  a si próprio " ,
contida num dos  meus preferidos livros dela , 
" A Descoberta  do Mundo ".

"  Tenho lidado  com problemas de enxerto de pele ,
fiquei sabendo  que um banco de doação de pele não é 
viável , pois esta sendo alheia , não adere por muito tempo
à pele do enxertado .
É necessário que a pele do paciente  seja tirada de outra
parte  de seu corpo , e em seguida  enxertada  no lugar
necessário . Isto quer dizer que no enxerto  há uma
doação de si para si mesmo .
Esse caso me fez devanear um pouco sobre o número
de outros  em que a própria pessoa tem que doar a
si própria . O que traz  solidão , e riqueza e luta .
Cheguei a pensar na bondade que é tipicamente  o 
que se quer receber dos outros - e no entanto  às vezes
só a bondade que doamos a nós mesmos  nos livra
da culpa e nos perdoa .
E  é também, por exemplo ,  inútil receber a aceitação
dos outros , enquanto nós mesmos  não nos doarmos
a auto aceitação  do que somos .
Quanto à nossa fraqueza , a parte mais forte nossa
é que tem de nos doar ânimo e complacência .
E há certas dores  que só a nossa própria dor ,
se for aprofundada ,  paradoxalmente  chega a amenizar .
No amor felizmente  a riqueza está na doação mútua .
O que não  significa que não haja  luta : 
é preciso se doar o direito de receber amor .
Mas lutar é bom .
Há dificuldades que só por serem dificuldades 
já esquentam o nosso sangue , que este felizmente 
pode ser doado .
Lembrei-me de outra doação a si mesmo :
o da criação  artística . Pois em primeiro lugar 
por assim dizer tenta-se tirar a  própria pele 
para enxertá-la onde é necessário .
Só depois de pegado o enxerto  é que  vem 
a doação aos outros .
Ou é tudo já misturado , não sei bem ,  a criação 
artística  é um mistério que me escapa , felizmente .
Não quero saber muito ." 

Som na Caixa ...



 

 

domingo, 22 de novembro de 2020

VALTER HUGO MÃE

Pascal  Roy 


Partilho com vocês trechos do  belíssimo  conto
de Valter Hugo Mãe ,
 " As mais belas coisas  do mundo " . 


" O meu avô sempre dizia que o melhor 
da vida  haveria de ser ainda um mistério e
que o importante era seguir procurando .
Estar vivo é procurar explicava 

( ... )

Eu sei que ele queria chamar a atenção 
para a importância de aprender .
Explicava  sempre que aprender  é mudar de conduta ,
fazer melhor . Elogiava insistentemente o cuidado .
Era um detive de interiores , queria dizer , 
inspecionava  sobretudo sentimentos .
Quando lhe perguntei porquê ,  ele respondeu  que
só assim  se falava verdadeiramente  acerca da 
felicidade .

( ... )

 Eu  queria ser sagaz , ter perspicácia , estar inspirado . 
Meu  avô  pedia  que não me  desiludisse .
Quem se desilude morre por dentro .
Dizia  : é urgente viver encantado .
O encanto é a única cura possível para a 
inevitável  tristeza . Era fundamental  sabermos  que 
aconteceria  e que implicaria uma força maior .

( ... )

Perguntou-me  quais seriam as coisas mais
belas do mundo .
Eu não soube o que dizer .
Pensei que poderiam ser o fim do sol ,
o mar , a rebentação no inverno ,
a muita chuva ,  o comportamento dos cristais ,
a cara das mulheres , o circo , os cães e os lobos ,
as casas  com chaminés .
Ele sorriu e quis saber se não haviam  de ser  
a amizade , o amor , a honestidade e a generosidade ,
o ser-se  fiel ,  educado ,  o ter-se respeito por cada pessoa .
Ponderou se o mais belo do mundo  não seria fazer-se 
o que se sabe  e pode para  que a vida de todos seja melhor .

Pasmei  diante de seu conceito de beleza . "

Som  na  caixa ...