sábado, 20 de março de 2021

VALTER HUGO MÃE

Tarsila  do Amaral 

" Todos  nascemos filhos de mil pais  e  de mais  mil mães ,
 e a solidão é sobretudo a incapacidade de ver qualquer
 pessoa   como nos pertencendo , 
para que nos pertença de
verdade e se gere um cuidado mútuo . 
Como se nossos  mil pais e mais as  nossas mil mães 
coincidissem  em parte , como se fôssemos por aí irmãos ,
irmãos uns dos outros .
Somos o resultado de tanta gente , de tanta história ,
tão grandes sonhos que vão passando de pessoa  a pessoa ,
que nunca estaremos sós ."


Valter Hugo Mãe ,
in " o Filho de Mil homens "

Som  na  caixa ...



7 comentários:

  1. Beleza de poesia! Desejo ótimo OUTONo pra ti! beijos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica,
      Obrigada pela visita e pelo desejo de um outono ótimo . Você é sempre uma querida .
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, Marisa!

    Somos o resultado dos que vieram antes de nós. Nossos antepassados, que nos deixaram de herança sua história de vida.

    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
  3. Muita gratidão aos nossos antepassados .
    Gostei da visita , Sônia .
    Muito obrigada .
    Beijos

    ResponderExcluir