sábado, 7 de setembro de 2013

CAIO FERNANDO ABREU

Iris  Scott

" Ontem  chorei . Por tudo que  fomos .
Por tudo que não conseguimos ser .
Por tudo que se perdeu .
Por termos nos perdido .
Pelo que queríamos que fosse e que não foi .
Pela renúncia .
Por valores não dados .
Por erros cometidos .
Acertos não comemorados .
Palavras dissipadas .
Versos brancos .
Chorei pela guerra cotidiana .
Pelas tentativas de sobrevivência .
Pelos apelos de paz não atendidos .
Pelo amor  derramado .
Pelo amor ofendido e aprisionado .
Pelo amor perdido .
Pelo respeito empoeirado  em cima da estante .
Pelo carinho esquecido junto
 das cartas  envelhecidas  no  guarda-roupa .
Pelos sonhos desafinados , estremecidos e  adiados .
Pela culpa .Toda culpa .
Minha . Sua .Nossa culpa .
Por tudo que foi e voou . E não volta mais ,
pois que hoje já é outro dia .
Chorei .
Apronto agora meus pés na estrada .
Ponho-me a caminhar  sob sol  e vento .
 Vou ali ser feliz e já volto ."

Som  na  caixa ... 
 

7 comentários:

  1. Como siempre una Inmensa y Profunda Poesía personificada en las idas y vueltas de nuestra Existencia.
    Muy buen Post.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá!Boa noite
    Marisa
    CFA
    ainda penso que para sermos felizes, não podemos depender de ninguém ,só de nós mesmos.
    Agradeço!Obrigado!
    Belo domingo
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Marisa,

    Caio foi um escritor dramático do mundo moderno e que morreu cedo. Eu não conheço tudo que deixou, mas o pouco que já li me agradou bastante.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. OI MARISA!
    LINDO TEXTO DE "CAIO FERNANDO ABREU", JÁ LI MUITAS COISAS DELE E CADA VEZ QUE CONHEÇO UM NOVO TRABALHO ME SURPREENDO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Siempre nos deleitas con hermosas poesías.
    Saludos

    ResponderExcluir
  6. Pedro Luis , Felisberto , Sissym ,Zilani Célia,
    Fernando Santos e Juan Jose Pedro ,

    Muitos sabem do encanto que exerce sobre mim a escrita poética do Caio Fernando . Nas palavras dele : " O silêncio e a luz são o ponto de partida de minhas histórias ."
    Agradeço a visita e os comentários de vocês , amigos .
    Beijo todos

    ResponderExcluir