domingo, 23 de outubro de 2016

UM BEIJO

Leonid  Afremov 

" que tivesse um blue.
Isto é 
imitasse feliz 
a delicadeza , a sua ,
assim como um tropeço
que mergulha  surdamente 
no reino expresso 
do prazer   
Espio sem um ai 
as evoluções do teu confronto 
à minha sombra
desde a escolha 
debruçada no menu :
um peixe grelhado
um namorado
uma água 
sem gás 
de decolagem :
leitor ensurdecido
talvez embevecido 
" ao sucesso "
diria meu censor 
" à escuta "
diria meu amor 
sempre em blue 
mas era um blue
feliz 
indagando só 
" what's  new"
uma questão 
matriz
desenhada a giz 
entre um beijo
e a renúncia intuída 
de outro beijo ."

Ana Cristina César 
( 1952- 1983)
Poeta e tradutora brasileira,
considerada  um dos principais 
nomes da " geração mimeógrafo " ,
da década de 70 .

Som  na  caixa ...




9 comentários:

  1. Muito lindo,não conhecia!

    De volta do mar,deixo beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Contente com sua visita , querida Chica . Beijos

      Excluir
  2. Olá Marisa, que pintura maravilhosa!
    E o poema idem...não conheço muito bem a obra da Ana Cristina César, mas os poemas que li são tão lindos e profundos...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabe que me deixa feliz com sua presença , Cristiane . Obrigada . Beijos .

      Excluir
  3. Querida Marisa,

    Artes em harmonia e no teu bom gosto
    a nos presentear.
    Aprecio muito e na nossa sintonia do
    mesmo gosto das artes (foto, poesia e
    música...).
    Uma semana luminosa e alto astral.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diferença é que você faz poesia , amiga Suzete e eu fico admirando o seu belíssimo trabalho . Beijos e obrigada por vir ao meu espaço .

      Excluir
  4. SENSACIONAL!!! Sem contar que adoro blues, uma música tão mágica, e esse poema parece um blues, merece ser musicado, se já não o é.

    ResponderExcluir
  5. Que bom ter gostado como eu , Carlos .
    Beijos e obrigada pela visita .

    ResponderExcluir
  6. Que belíssimo conjunto! Adoro a pintura de Afremov, aprecio imenso este género poético e musical. Parabéns!
    BJ,Marisa ☺

    ResponderExcluir