quarta-feira, 1 de março de 2017

TER MÃE

Sandra Bierman

( ...)

"  Ter mãe é a primeira chance que a vida nos oferece .
Nascer é uma dor surda , um espanto tamanho -
e quanto tempo dura um espanto ,
 perguntou um poeta-
uma sufocação do mundo que nos entra pelos pulmões ,
rarefeito , um medo tão grande , uma solidão infinita 
face a esta luz súbita  que inaugura o primeiro dia .
Nascer é tão difícil que , não fora o calor de um corpo
que não será nunca esquecido , morreríamos ali mesmo ,
desistiríamos  ao primeiro grito que é sempre 
tão desesperado , um pedido de socorro  que vara
a opacidade das coisas .
Nascer é um susto terrível . Maior , só viver .
O risco de pôr-se de pé , de atravessar estas imensas
distâncias  que levam de um lado a outro da sala ,
pisando os nós da madeira  como um roteiro incerto ,
 buscando o frágil  equilíbrio  de músculos 
e ossos imaturos , esse percurso impossível , 
mais arriscado que um salto mortal sem rede ,
termina em braços abertos .
Esse é o final feliz , que abre as portas 
de tantos  possíveis .
Se aceitamos correr tantos riscos na tentativa
de aprender caminhos  é porque , 
em algum lugar da memória mais longínqua ,
esperamos ainda que o mundo nos acolha 
de  braços abertos ."

Rosiska Darcy de Oliveira 
in , " Pássaro Louco " ,
crônica " Ter Mãe "

A página de hoje é para minha mãe que
completa 92 anos ,
 sempre ao nosso lado  .
Peço a Deus que a conserve entre nós 
mais tempo com saúde e alegria .
Beijos com muito  amor de
toda a família .

Som  na caixa ...




26 comentários:

  1. Boa tarde, ter mãe é para toda a vida, o mesmo já não direi do pai, o poema é profundo e maravilhoso.
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. António ,
      Ter mãe , conforme a escritora , é a primeira chance que a vida nos dá .
      Mas , sem o pai também não conheceríamos a vida .
      Perdi meu pai há quatro anos e não existe dia que não pense nele e que sua falta me doa .
      Por isto estou feliz de poder comemorar o aniversário de 92 anos de minha mãe . Obrigada pela visita.
      Grande abraço

      Excluir
  2. Que linda poesia e maravilhosa homenagem à tua mãe! Parabéns pra ela. A minha tem 91, mas não está bem! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Chica.
      Beijos para sua mãe e lhe desejo melhora.

      Excluir
  3. Minha amiga,

    A imagem linda, e, o texto é único
    de beleza e excelência (fiquei emocionada
    com a leitura...). A música-vídeo
    encantadora, eu sempre grata a ti, por
    estes momentos sublimes aqui.
    Meus parabéns com um beijinho especial
    para sua mãe e meus votos de saúde, alegria
    e luz divina sempre juntinho dela, de você
    e toda a sua família!
    Beijinhos, Marisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzete ,
      A crônica toda é muito bonita .
      O excerto que postei é homenagem à minha mãe pelo tempo por ela vivido , tão próxima de nós e querendo nos preservar de todo risco , como se isto fosse possível .
      Obrigada por vir ,pelos elogios à publicação e pelos votos de saúde e alegria para mamãe .
      Você é sempre generosa .
      Beijos

      Excluir
  4. Olá Marisa,
    Que post maravilhoso! Tanto o texto quanto a música.
    Puxa, nunca li nada da Rosiska, está na hora....amei !
    E Parabéns à sua querida mãe, que viva saudável e feliz por muitos anos ainda!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane , primeiramente agradeço os votos de vida saudável e feliz para minha mãe . Depois , lhe aconselho a leitura de Rosiska que tem sua prosa impregnada de poesia .
      Beijos e boa semana

      Excluir
  5. Uma bela homenagem numa magnifica poesia, gostei bastante.
    Um abraço e continuação de boa semana.
    Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada , Francisco .
      Fico contente que tenha gostado .
      Abraços

      Excluir
  6. Li, devagar, sentindo a profundidade e beleza de cada frase/pensamento. No fim, percebi o porquê desta escolha.
    "Nascer é uma dor surda , um espanto tamanho" - na verdade, não há nada que tão emocionante, tão íntimo, como seja o nascimento. O facto de ter sido avó, faz hoje 2 meses, faz-me ainda mais suscetível à mensagem da crónica.
    Parabéns à mãe e à beleza de completar 92 anos. Que ainda esteja convosco muitos anos, são os meus sinceros votos.
    Uma postagem muito bela e repleta de significado, como também o prova o som escolhido.
    BJO, Marisa :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odete ,
      É gratificante celebrar a vida .
      Imagino como deve ser incrível a experiência de ser avó .
      Agradeço muito a visita , os comentários e os votos de felicidades para mamãe .
      Beijos

      Excluir
  7. extremamente lindo!
    Não tenho mais a minha mãe, mas enquanto ela vivia, eu tinha a impressão de estar mais segura no mundo. Depois que ela morreu, eu disse ao meu marido, assim que recebi a notícia do hospital: "É... agora eu sou órfã." E o peso desta palavra - órfã - tem me acompanhado desde então.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana , seu comentário vem de encontro com o final da crônica , da qual postei apenas fragmento , pois a escritora também perdeu a mãe e nos diz :
      " Porque ninguém se engane : pouco importa que idade se tenha , no dia em que a perdemos começamos a
      envelhecer .Com sua vida , apenas por estar viva , livra-nos de um grande mal .Porque não é na pele que se envelhece é na alma . É na descoberta que já não se tem para quem comprar um talco que , pela primeira vez , se acredita de fato que se vai morrer ."
      Obrigada pela visita .
      Beijos

      Excluir
  8. Um post absolutamente maravilhoso.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  9. Bom dia! Bom sábado para você e sua família! Vim bordar este recadinho para vocês me desculpando pela ausência. Estive trabalhando bastante para o carnaval e agora estou colocando em prática outros projetos! Smpre é bom visitar você Marisa, parabenize sua mãe por mim e conferir suas novidades e postagens e que dedicação linda à sua mãe!
    Abraços em todos, beijos no <3
    Fiquem com Deus
    ♥Hilda's Bordados♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hilda , como todo artista lhe sobra sensibilidade . Muito obrigada por seus bordados .Beijos e sucesso .

      Excluir
  10. Olá, Marisa!
    Uma homenagem linda à sua mãe, fiquei emocionada.
    Parabéns à ela, muitas felicidades.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço muitíssimo , Sônia .
      Beijos e boa semana .

      Excluir
  11. Minha amiga,

    Passando para deixar uma rosa com
    o meu carinho neste dia da Mulher
    e todos os dias com as nossas
    responsabilidades e lutas ainda
    neste mundo tão desigual e ainda
    machista, infelizmente.
    Somos guerreiras todos os dias!
    Guerreiras com o coração de manteiga
    derretida, fica mais poético...rss
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzete , minha amiga querida .
      Sempre delicada , sempre generosa .
      Deixei recado no seu blog .
      Beijos

      Excluir
  12. Sou homem, mas creio-me lúcido: ser mãe é das coisas mais fascinantes da vida, verdadeiro milagre que deixas marcas até à eternidade...

    Um beijinho, Marisa :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim mesmo , AC .
      Ser mãe é benção divina .
      Beijos e obrigada pela visita .

      Excluir
  13. Marisa passando para deixar um abraço
    Maria

    ResponderExcluir
  14. Você sempre uma querida , Maria .
    Agradeço e retribuo .
    Beijos

    ResponderExcluir