quinta-feira, 3 de abril de 2014

SOL POR DENTRO

Trisha  Lambi

" Há  um  sol
que brilha por dentro.

( Pelos ossos , pelo
 sangue , pelos músculos ,
 pelos nervos )

Ele  arde  na  carne ,
ferve  na  pele ,
reverbera  em  pensamento .

Há  um  sol
no  fundo  do  corpo,
lúcido , noite adentro ."


Marcelo  Sandmann ,
nascido em Curitiba , 
Paraná , em 1963.
Poeta , músico ,
professor de Literatura Portuguesa ,
na  Universidade Federal  do Paraná .

O poema  está republicado  para
uma amiga que  anda  triste  .
É preciso lembrá-la  do brilho do sol .

Som  na  caixa ...







29 comentários:

  1. Bom dia Marisa ,um maravilhoso final de semana ,com muita paz e alegria ,bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris , agradeço e retribuo os votos . Beijos

      Excluir
  2. Existe mesmo esse sol dentro de nós, e ai de quem o deixa apagar pelas vicissitudes da vida...Começa a vegetar em vez de viver, e às vezes nem disso se apercebe.
    Esse sol aquece-nos sempre independentemente do sol exterior, e ilumina mesmo em plena escuridão. É dono do brilho e da vontade que nos acompanha, e como diz a música: "noites com sol não são milagre".
    Sempre belas novidades à minha espera por aqui.
    Um excelente fim de semana para ti, Marisa!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada , Laura . Meu primeiro post no blog foi com
      Maiakoviski afirmando que seu slogan e o do sol era o brilho das pessoas . Que brilhem sempre , como um farol . Há ainda um outro post com o poeta russo asseverando que " ainda que seja noite o Sol existe / Por cima de pau e pedra / nuvens e tempestades / cobras e lagartos / o Sol existe / ainda que tranquem nosso quarto e apaguem a luz / o Sol existe ." É por isto que estou lembrando minha amiga . Fico feliz que venha por aqui . Beijos e boa semana

      Excluir
  3. Boa tarde,
    Não sendo eu poeta fiquei encantado com o mesmo, excelente homenagem á sua amiga que anda triste, certamente que o estima da sua amiga vai aumentar depois de ler o lindo poema.
    Abraço
    ag
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. António , primeiramente devo agradecê-lo por ser mais um a me acompanhar . Estive no seu espaço e me encantei com seu trabalho . Depois , para lhe dizer que espero ter podido ajudar minha amiga . Beijos

      Excluir
  4. Boa tarde, Marisa. Conheci o seu blog por meio do espaço da Zilani, amiga e poeta.
    Adorei e por aqui já fiquei.
    Muito gentil da sua parte repostar o poema para ajudar a sua amiga.
    Adoro esta música.
    Voltarei mais vezes.
    Excelente fim de semana de paz!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia , o que me fascina na blogosfera é que nos aproxima daqueles que tem prazer em partilhar o que lhes faz bem e melhores . E , assim , a cada dia temos surpresas com novos companheiros de viagem . Obrigada . Estive na sua " casa " retribuindo visita e farei muitas outras , com certeza . Beijos

      Excluir
  5. Que belo poema, Marisa! Por certo, essa lanterna nas mãos da tua amiga deve ajudar a abrir veredas e picadas por dentro da pele para fazê-la sair do gelo e voltar ao devaneio.
    Abraços, Marisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Carlos , espero mesmo que o poema sirva de lanterna para ela . Enquanto lia , com prazer , se comentário me lembrei de citação de Santo Agostinho : " Quando dois presos olham pelas grades o lado de fora , um deles olha a lama no chão e o outro olha as estrelas . "
      Obrigada por vir . Beijos e boa semana

      Excluir
  6. Ah, o sol interior traz força, energia e motivação! É o fogo que nos leva a interagir, dançar, cantar e sorrir. Nele reside a segurança, a tranquilidade e o bem estar.
    Obrigada Marisa pelo carinho de suas visitas!

    Beijo querida e um lindo e abençoado final de semana!
    Denise – dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denise , nada como o brilho do sol , não é mesmo ? Agradeço a visita e lhe desejo também bênçãos na semana que se inicia . Beijos

      Excluir
  7. Olá, Boa noite,Marisa

    ...sim, dentro de cada um de nós, brilha um sol. Uma luz só nossa que ilumina nossos sorrisos, nossos pensamentos. Podemos controlar, acender e regular a sua intensidade.Por vezes, tal como está acontecendo com sua amiga,sentimos o apagar e a escuridão chega a nos envolver, mas, creio que depois vêm aqueles momentos que a reacendem, e a cada dia, com cada pequeno milagre da vida, a luz vence as trevas...e que o sol brilhe sempre e sempre em cada amanhecer...
    Obrigado pelo carinho, belo final de semana,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felisberto , que brilhemos sempre , concorda ? Obrigada , amigo . Beijos

      Excluir
  8. A mais doce combinação de poema com esta canção que para mim é inesquecível.

    Felizes são aqueles que se deixam aquecer por um SOL interior sempre aberto!!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malu , é tão bom tê-la neste espaço . Estava com saudade . Também gosto muito da música postada e junto do poema tenho esperança de alegrar minha amiga . Beijos

      Excluir
  9. OI MARISA!
    TOMARA QUE TUA AMIGA O LEIA E SINTA O CALOR DESTE SOL QUE BRILHA EM NOSSO INTERIOR.
    MUITO BONITO.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zilani , foi apostando que ela leia o poema ao som da música colocada , que fiz a publicação . Que perceba que meus amigos estão todos dando forças . Obrigada . Beijos

      Excluir
  10. Nossa Marisa, que poesia linda! Amei!
    Muito bonito seu gesto de querer alegrar sua amiga.
    Obrigada pelo carinho
    Ótima semana para você
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane , certamente , como psicoterapeuta , consegue ajudar seus pacientes a não esquecerem do brilho e força do sol . Obrigada por vir . Boa semana . Beijos

      Excluir
  11. Marisa: os ios do sol poético..brilhando por aqui.bjinss mil!!

    ResponderExcluir
  12. Amo essa música do Flavio Venturine..pura luz para as nossas almas!! Obrigada por esse presente.

    ResponderExcluir
  13. Lia , a presença dos amigos neste espaço , aprovando minhas escolhas , faz o sol interior brilhar com intensidade . Obrigada . Beijos

    ResponderExcluir
  14. Que saibamos aproveitá-lo . Obrigada por vir , Ricardo . Beijos

    ResponderExcluir
  15. Marisa,

    tambem tenho um sol que brilha por dentro, felizmente, ele me levanta cedo e quando se vai, eu vou dormir sonhando com as estrelas.

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Que bonita confissão , Sissym ! Parabéns ! Fico tão contente quando vem me visitar . Beijos

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Marisa,
    claro que eu não poidia deixar de ficar fascinada pelo poema que nos fala dum sol por dentro de nós. Há que abrir a janela para deixá-lo espalhar o brilho. Confesso que o meu precisa de especial alento, mas a seu tempo brilhará.
    bjo amigo
    Carmem

    ResponderExcluir
  18. Brilhará , com certeza, Carmem .
    Beijos

    ResponderExcluir